Artigos Blog PT Destaques Tips

O mercado doméstico é Rei para os hotéis – 7 acções para o conquistar11 min read

Fevereiro 11, 2021 8 min read
Domestic travel is king for hotels cover image. Featuring hot air balloons against a blue sky.

author:

O mercado doméstico é Rei para os hotéis – 7 acções para o conquistar11 min read

Reading Time: 8 minutes

Desde os primeiros dias desta pandemia global, a nossa pesquisa Hotelier PULSE tem revelado que a maioria dos hoteleiros espera que as viagens domésticas sejam o mercado a contribuir mais para a recuperação do seu hotel. Apesar das restrições de viagens em constante mudança e dos comportamentos cautelosos do consumidor em relação à Saúde e Segurança e às reservas de viagens, essa tendência não mudou.

Depois de uma queda de 93% em reservas em Abril de 2020 em relação ao mesmo mês do ano anterior, até Julho de 2020, o turismo doméstico na Europa quase voltou ao nível do ano anterior, de acordo com uma pesquisa do Eurostat. Em Julho de 2020, a mesma pesquisa revela que as estadias de residentes da UE em alojamentos turísticos no seu próprio país foram apenas 22% mais baixas do que em julho de 2019, enquanto as dormidas de não residentes foram 64% menos que no ano anterior.

Uma importante questão que se coloca é, o seu hotel tem uma estratégia para aproveitar o fluxo de viajantes locais? Se ainda está a tentar encontrar o seu caminho, continue a ler este artigo para descobrir como pode alavancar esta tendência global.

O mercado doméstico é Rei para os hotéis – Aqui estão 7 acções para o conquistar

As viagens internacionais practicamente pararam e as viagens domésticas são actualmente a tábua de salvação à qual a indústria está se a segurar no presente e futuro próximo (pelo menos). Independentemente do sucesso da luta contra a Covid-19, é provável que as viagens internacionais fiquem offline ainda durante algum tempo. Para que os hotéis sobrevivam, as reservas e as receitas terão de ser provenientes do mercado interno.

Abaixo estão 7 estratégias que o seu hotel pode implementar para conquistar os viajantes domésticos e entrar no caminho da recuperação:

1. Faça parcerias com fornecedores locais

Agora é a hora de revisitar o que o seu hotel pode oferecer em colaboração com as atracções e serviços locais. Isso não só criará valor agregado para os hóspedes, mas também promoverá o seu destino e ajudará a comunidade local.

Digamos que o seu hotel não tem SPA e existe um bastante próximo. O seu hotel pode associar-se ao SPA local para criar um pacote que inclua não só a estadia, mas também uma massagem e outros serviços que o seu hotel possa ter disponíveis ou de outras parcerias. É uma ‘win win situation’, uma situação em que todos ganham, não apenas os seus hóspedes e a comunidade local, mas também o seu hotel.

Os viajantes continuam à procura de experiências locais e querem ter a sensação de “férias”. É importante garantir esta experiência aos hóspedes que ficam no seu hotel. Por meio de parcerias locais, pode ainda conseguir diferenciar a sua marca de hotel no mercado.

Portanto, em vez de reduzir os seus preços, prepare-se para criar pacotes de valor agregado que combinem atracções e serviços locais. Refeições, serviços de SPA, passeios, workshops, tudo o que estiver disponível na sua área e que os seus hóspedes valorizem, faz sentido para o seu hotel.

2. ‘Home Office’ para os trabalhadores remotos

Com uma grande percentagem da força de trabalho global fortemente incentivada ou forçada a trabalhar remotamente, os hotéis podem moldar as suas ofertas em torno deste fenómeno. Lembre-se de que muitos procuram escapar de um apartamento minúsculo ou mesmo de uma casa grande com muitas distrações, como crianças, animais de estimação, colegas de quarto, barulho e outras distrações.

Existem duas maneiras do seu hotel maximizar esta tendência do aumento do trabalho remoto. Pode oferecer um quarto convertido em escritório com o chamado ‘horário de escritório’ das 8h às 18h. A outra opção é oferecer um pacote de estadia longa que permita aos trabalhadores dormir e trabalhar num ambiente diferente ao invés de ficarem presos em casa. Os profissionais certamente apreciarão a mudança de cenário e o acesso às comodidades que o seu hotel pode oferecer.

As pessoas que deixaram de poder trabalhar no seu escritório ou não se sentem seguras ao fazê-lo, precisam de um lugar tranquilo e adequado para trabalhar sem distrações, e os hotéis são o lugar perfeito para isso. Isto, aliado a taxas de ocupação muito baixas na maioria dos hotéis durante esse período, é uma ótima maneira de gerar receita.

3. Crie Ofertas adaptáveis às restrições de recolher obrigatório

Se houve recolher obrigatório no local onde o seu hotel se encontra, certifique-se que ajusta o horário de check-in e check-out de acordo com os requisitos. Isso ajudará seus hóspedes a cumprir as regras da região e ainda poderem viajar.

Por exemplo, se houver recolher obrigatório no fim de semana, em que as pessoas só podem andar na rua durante a parte da manhã, o seu hotel pode criar um pacote para os moradores locais que inclui um programa interno.

Um grande exemplo disso foi idealizado e está a ser implementado por um hotel boutique europeu de 5 estrelas em Lisboa – Memmo Principe Real. Este hotel criou um pacote que inclui um jantar, para aproveitar também as suas capacidades de F&B, com uma noite de estadia grátis. Este boutique hotel oferece uma noite de estadia gratuita para os hóspedes que jantam no hotel. Como pode alguém recusar?

4. Parcerias com Influencers locais/nacionais

Enquanto estão presos em casa, os consumidores têm passado mais tempo do que nunca nas redes sociais e muitas vezes a interagir activamente com os criadores de conteúdo. Os influenciadores nas redes sociais ​​continuam a crescer e a tornar-se uma fonte confiável de informações e uma maneira eficaz e autêntica de comunicar com o seu público. O relatório especial do Barômetro Edelman Trust: In Brands We Trust, revelou que 63% dos jovens de 18 a 34 anos confiam mais no que um influenciador diz sobre uma marca do que no que a marca diz sobre si mesma na publicidade.

A parceria com influenciadores locais ou nacionais pode fornecer às marcas de hotéis um conteúdo rápido, mais barato e bastante acessível à população local. Essa abordagem pode ser muito eficiente com o seu público-alvo, dando a conhecer o seu hotel a mais pessoas através de uma fonte confiável e consequentemente conseguir mais reservas.

Quer faça parceria com um influenciador para garantir aos seus hóspedes que os seus procedimentos de saúde e segurança estão em vigor, para exibir os seus novos quartos de escritório em ‘casa’ ou promover seu hotel como ‘O lugar’ para passar alguns dias relaxados nestes tempos caóticos, certifique-se que o público alvo do influencer é compatível com o da sua marca.

5. Certifique-se de que o website do seu hotel fala o mesmo idioma que os seus hóspedes

A língua de abertura da maioria dos sites de hotéis é o inglês, a língua universal. Mas com as viagens internacionais practicamente suspensas, os hotéis precisam de se adaptar ao idioma do seu mercado doméstico.

Neste momento, se o seu objectivo é atrair o mercado doméstico e o seu hotel não está localizado num país de língua inglesa, deve alterar o idioma de abertura para o idioma do seu país. Desta forma, o visitante não só economiza uma etapa, um clique a menos, mas também sente que o seu hotel está a comunicar mair directamente com ele e focado nas suas necessidades.

6. Reveja e actualize o conteúdo do website do seu hotel

O sucesso do seu hotel depende em grande parte da capacidade de se adaptar à nova realidade e de permanecer relevante, visível e actractivo conforme a situação evolui. O site do seu hotel precisa ser um reflexo disso e, como tal, actualizado com as informações mais recentes.

Os visitantes do seu site devem poder entender facilmente quais as atividades que estão disponíveis e quais atracções que podem ser visitadas nos arredores de seu hotel. Se por exemplo mudou a sua política de cancelamento para ser mais flexível, isso também deve estar reflectido e deve ser mostrado claramente aos visitantes do seu website.

É importante que os visitantes se sintam também seguros sobre as medidas de saúde e segurança que seu hotel está a tomar durante esse período. Digamos que o seu hotel costumava promover a proximidade à vida nocturna no centro de uma cidade muito cosmopolita. Essa mensagem não só é irrelevante neste momento, como também pode ser prejudicial à sua marca. Em vez disso, deve adaptar as suas mensagens para reflectir novos argumentos de venda – como praias desertas, guias locais a pé socialmente distantes, todos os serviços e actividades que o hotel oferece, entre muitas outras possíveis.

Lembre-se de que o site do seu hotel neste momento deve tranquilizar os potenciais hóspedes sobre o status operacional actual da sua propriedade, medidas preventivas, mais valias do hotel, ofertas especiais, políticas de cancelamento e experiências locais seguras.

7. Criar vouchers-presente para oferecer

Aniversários, Natal, Aniversários, ou simplesmente elevar o espírito de alguém são motivos que duram todo o ano pelas quais as pessoas compram presentes. Os vouchers-presente são uma situação vantajosa para ambas as partes, que pode aumentar instantaneamente o cash-flow do seu hotel e oferecer aos hóspedes algo com que se alegrar e desfrutar no futuro.

Os vouchers podem ser usados ​​para vender estadias, pacotes, quaisquer serviços do hotel de forma independente (como jantares ou tratamentos de spa) ou até mesmo um valor monetário para gastar em qualquer um dos itens acima. Os vouchers podem ser usados num futuro próximo apenas para os habitantes locais mais especificamente, sendo este o mercado target a ter em atenção de momento. Contudo também podem ser comprados para viajantes internacionais num futuro mais distante. Tenha isso em mente ao definir a data de validade de cada voucher.

Embora muitas pessoas não possam ou não queiram viajar agora, isso não significa que perderam a vontade de o fazer, ter novas experiências e descobrir novos lugares. Na verdade, tem o efeito oposto: mais que nunca é isso que as pessoas querem.

Conclusão

O turismo doméstico poderá desempenhar um papel vital na recuperação do seu hotel e na reconstrução das economias. Embora as viagens em grande escala sejam uma das últimas facetas da sociedade normal a recuperar da pandemia do Coronavirus em 2020, o turismo doméstico agora é rei e será a principal fonte de receita da maior parte dos hotéis. Uma prova disso mesmo é a pesquisa recente da Revinate, que descobriu que 73% dos entrevistados globais planeiam viajar em 2021, e destes 70% esperam que seja em viagens domésticas primeiro.

Portanto, é crucial alinhar a operação do seu hotel e a sua estratégia de marketing digital ao novo clima de viagens e adaptá-lo ao seu mercado doméstico. A solução passa por se manter informado e usar as ferramentas certas para capacitar seu hotel a agir da maneira certa, na hora certa e direcionar as pessoas certas.

Os hotéis podem atrair hóspedes domésticos concentrando-se no tipo de experiências que as pessoas desejam no momento, seguindo estas ações para capitalizar a procura existente.

Leave a comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.